terça-feira, 9 de março de 2010

Tiros em Sinatra



A revista Piauí desse mês vem com uma matéria surreal contando que, nas Filipinas, desafinar cantando My Way é uma sentença de morte.

"O caso mais recente foi o de Romy Baligula, de 29 anos, que soltava a voz no bar Jullives ktv de San Mateo, uma cidade de 185 mil habitantes na província de Rizal. A apresentação se aproximava, num crescendo ribombante, da parte apoteótica (I ate it up and spit it out/ I faced it all and I stood tall/ And did it my way!), quando um jovem robusto, agente de segurança da casa, acusou o pintassilgo de fim de semana de desafinar. Baligula prosseguiu, intrépido. O homem, inconformado, sacou da pistola calibre .38 que trazia à cintura e fez uma crítica radical: mandou bala no peito do desafinado."

Quem deu primeiro foi o The New York Times, num caso típico de morte estúpida que gera uma pauta genial.

Um comentário: